Uma funcionária do parque SeaWorld, em Orlando, na Flórida, foi morta nesta quarta-feira por uma orca.

Segundo uma testemunha ouvida pela emissora americana WKMG-TV, a treinadora, de 40 anos, tinha acabado de explicar ao público como seria a apresentação quando a orca saiu da água, a agarrou pela cintura e a chacoalhou no ar. A porta-voz do SeaWorld, porém, negou que o incidente tenha acontecido durante uma apresentação.

John Mulhall, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Orange County, informou que quando os paramédicos encontraram a funcionária ela já não podia ser reanimada. Todos os visitantes foram retirados e o parque foi fechado.

Já o porta-voz da polícia, Jim Solomon, negou que a orca tenha saído da água para atacar a instrutora. "Aparentemente ela caiu e foi fatalmente ferida por uma orca", disse Salomon

A orca, chamada Tilikum, atacou um treinador em 1991, durante uma apresentação no Canadá. Em 1999, quando já estava no SeaWorld, a mesma orca esteve envolvida em outro incidente. Um homem foi encontrado morto próximo a Tilikum e, na época, a polícia concluiu que ele teria se afogado após sofrer hipotermia

Conhecidas também como baleias assassinas, as orcas na verdade são mais próximas da família dos golfinhos. Elas receberam o apelido de "assassinas" por serem grandes predadoras.

Com AP

Leia mais sobre Estados Unidos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.