Traore toma posse como presidente interino do Mali

Novo líder faz apelo por fim da violência e tem desagio de organizar eleições no país, após golpe militar

iG São Paulo |

Dioncounda Traore tomou posse nesta quinta-feira como presidente interino do Mali, após líderes do golpe de 22 de março terem concordado em devolver o poder aos civis no país do oeste africano.

Traore, que era presidente do Parlamento, foi empossado pelo presidente da Suprema Corte, Nouhoum Tapily, em uma breve cerimônia na capital Bamaco.

Leia também: Presidente do Mali entrega carta de renúncia, diz mediador

AP
Dioncounda Traore toma posse como presidente interino do Mali durante cerimônia em Bamako

Ele enfrenta a árdua tarefa de organizar novas eleições no país desértico, onde rebeldes comandados por tuaregues e aliados islâmicos tomaram o norte em um rápido avanço após o golpe.

"Sou presidente de um país que ama a paz", disse o novo líder, de 70 anos, após o juramento."Faço um apelo para que os rebeldes acabem com todos os abusos", acrescentou.

Traore, um ativista pelos direitos trabalhistas, foi preso por se opor à ditadura do Mali nos anos de 1980, mas prosseguiu assumindo vários cargos no governo após o início de uma política multipartidária nos anos 1990.

O norte do Mali, região maior que a França, foi atingida por saques e relatos de abusos de direitos humanos, incluindo estupros e assassinatos, desde que os rebeldes tomaram o poder em cidades principais, incluindo o antigo entreposto comercial Timbuktu e a cidade de Gao.

Líderes dos rebeldes separatistas comandados por tuaregues se distanciaram de seus companheiros de luta islâmicos. Eles declararam uma terra secular para tuaregues - "Azawad"- no norte de Mali, em uma disputa separatista que tem sido ignorada pelo mundo.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: maligolpetraore

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG