Transportes na Europa paralisados por causa de fortes nevascas

Londres amanheceu nesta segunda-feira coberta de neve depois das piores nevascas em quase duas décadas no Reino Unido, e a neve causou paralizações no tráfego e transtornos gerais em outros países da Eurupa, como na Itália, onde três pessoas morreram.

Redação com agências internacionais |

As autoridades, seguindo orientação do serviço meteorológico britânico, aconselharam que os habitantes permaneçam em suas casas e só saiam em caso de extrema necessidade.

No sul do Reino Unido e principalmente na região de Londres, o serviço de transportes de passageiros se encontra paralisado , assim como muitos vôos foram cancelados nos aeroportos, assim como partidas de trens.


Sistema de transporte foi prejudicado em Londres / AP

Os aeroportos de Gatwick (sul) e City Airport (centro-leste) foram fechados durante a noite. Em Heathrow, uma das pistas foi fechada.

O metrô e os trens londrinos também sofriam atrasos e vários cancelamentos. A companhia Southeastern, que opera em Kent e em Sussex (sudeste), também anunciou problemas nas viagens. A meteorologia prevê até 20 centímetros de neve para essa região.

Transtornos na Europa

Também na Itália a neve causa transtornos. Três pessoas morreram e 500 foram evacuadas de seus lares no domingo por causa das nevascas.

Milão, no norte, amanheceu coberta de neve, enqanto que em Trapani, na Sicília, um homem foi arrastado por uma corrente de um rio que transbordou e outra pessoa morreu num acidente de trânsito.

Além disso, um homem de 75 anos morreu provavelmente por causa do frio, enquanto dormia num prédio em construção em Lecco, norte da Itália.

Na França, vários vôos previstos nos aeroportos parisienses de Orly e de Roissy Charles de Gaulle sofreram atrasos. Uma forte nevasca sobre a capital francesa e o congelamento das calçadas causaram uma série de acidentes, sem provocar feridos graves.

A neve também caiu com força em inúmeras partes da Espanha, incluindo Madri, pertubando seriamente o tráfego. Uma tempestade interrompeu, além disso, o tráfego marítimo entre o porto espanhol de Algeciras (Andaluzia) e o Marrocos.

Vinte e cinco pessoas morreram e centenas ficaram desabrigadas em janeiro passado por causa das fortes tempestades na Espanha e na França.

Leia mais sobre nevascas

    Leia tudo sobre: nevascas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG