Transnístria diz que reconhecimento de sua independência é questão de tempo

Moscou, 27 ago (EFE).- O vice-ministro da Defesa da região separatista moldávia de Transnístria, Vladimir Atamaniuk, afirmou hoje que o reconhecimento dessa autoproclamada república é questão de tempo.

EFE |

Em declarações à agência russa "Interfax", Atamaniuk disse que a "Transnístria jamais fará parte da Moldávia" e expressou sua confiança de que as autoridades de Chisinau respeitarão a vontade dos moradores da região.

A Transnístria, uma estreita faixa na margem oriental do rio Dniester fronteiriça com a Ucrânia, rompeu laços com a Moldávia após uma guerra civil (1992-93) que custou centenas de vidas e na qual os separatistas tiveram o apoio da Rússia.

Segundo Atamaniuk, o reconhecimento pela Rússia das independências das regiões separatistas georgianas da Ossétia do Sul e a Abkházia são uma demonstração de como devem ser resolvidos os conflitos diplomáticos.

"Foi um processo lógico, que cedo ou tarde devia levar ao reconhecimento pela Rússia da Ossétia do Sul e a Abkházia", disse o vice-ministro da Defesa da autoproclamada república.

"No que se refere ao reconhecimento da Transnístria, isto é questão de tempo", acrescentou.

Atamaniuk ressaltou que a Transnístria tem seu próprio sistema monetário e todos os atributos de um Estado. EFE bsi/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG