Transmissão da gripe dentro do país aumentou cinco vezes, diz Temporão

Brasília, 3 jul (EFE).- O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, declarou hoje que a transmissão da gripe suína dentro do país aumentou cinco vezes nas últimas três semanas, ao passar de 6% dos casos para 30%, com 756 ocorrências confirmadas e uma morte decorrente da doença.

EFE |

Em entrevista coletiva concedida em Brasília, Temporão apontou que a principal causa do aumento é o "grande número de pessoas viajando para o exterior".

Entretanto, ele descartou que exista transmissão direta do vírus da gripe A(H1N1) no Brasil, pois todos os pacientes têm "vínculos epidemiológicos com o exterior".

Segundo o Ministério da Saúde, foram registrados entre ontem e hoje mais 19 casos da gripe. Do total de 756 pessoas que contraíram a doença, a maioria de pacientes recebeu alta.

São Paulo (325 casos), Rio Grande do Sul (101), Minas Gerais (84) e Rio de Janeiro (83) são os estados mais afetados, e a maioria dos contágios ocorreu no exterior, em países como Argentina (287), Estados Unidos (88) e Chile (42).

Para Temporão, os números aumentarão com a chegada do inverno, época que as defesas corporais baixam e na qual muitos turistas brasileiros têm como principal destino as estações de esqui de Argentina e Chile.

Ainda segundo o ministro, apenas os "casos graves" passarão por avaliação especializada, pois na maioria dos pacientes os sintomas são "leves" e exigem os cuidados tradicionais, com isolamento voluntário.

"Há sinais de um tempo muito grande de espera (para o atendimento), de muita gente buscando os hospitais de referência, que estão ficando sobrecarregados", explicou o ministro.

O titular da pasta de Saúde adiantou que continuarão os controles de saúde em aeroportos e em pontos da fronteira, assim como a recomendação de evitar viajar para países onde o grau de contágio pode ser maior do que no Brasil.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE wgm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG