Transferência de presos iraquianos pode ser concluída até 2010

Por Michael Christie BAGDÁ (Reuters) - A transferência de milhares de prisioneiros iraquianos do Exército dos Estados Unidos para o governo iraquiano está em curso e deve ser completada no fim de 2009, disse o general norte-americano no comando do programa, na quarta-feira.

Reuters |

A entrega de 14.700 iraquianos sob custódia do Exército norte-americano, depois de anos de insurgência e hostilidades está prevista em um pacto bilateral de segurança que também pede às tropas dos EUA que deixem as cidades iraquianas no meio de 2009 e saiam por completo do país no fim de 2011.

A partir de 1o de janeiro deste ano, o Exército norte-americano perdeu o direito, antes garantido por mandado do Conselho de Segurança da ONU, de manter prisioneiros no Iraque por tempo indefinido, sem acusação.

Todos os detidos devem ser libertados ou entregues às autoridades locais, caso ainda tenham penas para cumprir.

O processo demorou para começar, o que criou tensões entre o governo iraquiano liderado pelos xiitas e a minoria de árabes sunitas, que formam o grosso da insurgência contra os invasores norte-americanos e, agora, são a maioria dos detidos.

"Esperamos transferi-los para o controle iraquiano ou libertá-los até o fim do ano", disse à Reuters o brigadeiro David Quantock, comandante das operações de detenção no Iraque, depois de comparecer a uma cerimônia para marcar a libertação de 105 iraquianos.

"Este é nosso objetivo. Podemos entrar um pouquinho (em 2010), mas temos esperança e estamos bastante confiantes que poderemos fazer as transferências e libertações até o começo do ano que vem".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG