Gustav tranqüiliza engenheiros de Nova Orleans - Mundo - iG" /

Trajetória final de Gustav tranqüiliza engenheiros de Nova Orleans

Hammond (EUA), 1 set (EFE) - A trajetória final do furacão Gustav deixou os engenheiros de Nova Orleans um pouco mais tranqüilos, já que o olho do ciclone tocou terra a 110 quilômetros ao oeste desta cidade americana, devastada há três anos pelo Katrina.

EFE |

Os ventos de mais de 120 km/h são sentidos em Nova Orleans e seus arredores, mas não afetou diretamente os diques.

O olho do furacão "Gustav" tocou terra hoje próximo à localidade de Cocodrie, na Louisiana, ao oeste de Nova Orleans, por volta das 12h de Brasília, informou o Centro Nacional de Furacões americano (NHC, em inglês).

Perto de Cocodrie encontra-se também uma das muitas refinarias de gás natural situadas no litoral que vai do Texas ao Alabama, e ainda não se sabe a magnitude do impacto em todas as instalações das empresas petrolíferas e de energia.

Os especialistas em controle de inundações temem que a região mais danificada de Nova Orleans seja West Bank, no município de Jefferson, do outro lado do rio Mississipi, onde o sistema de proteção não foi concluído e continua vulnerável, apesar dos intensos trabalhos nos aterros nos últimos três anos.

Os engenheiros calculam que "Gustav" poderia causar uma ressaca de mais de três metros de altura.

Os diques e aterros são mais altos, mas a pressão do acúmulo de água e as ondas movidas pelos ventos poderiam causar rupturas, informaram.

Assim como aconteceu com o impacto de "Katrina", a grande preocupação das autoridades é se os diques agüentarão.

Desde "Katrina", os diques foram reforçados e o Corpo de Engenheiros dos EUA vigia hoje o comportamento dos diques e acredita que não acontecerão inundações, pois boa parte de Nova Orleans está abaixo do nível do mar.

O maior impacto econômico, além dos possíveis danos a casas e infra-estruturas, se centra nas instalações das plataformas de extração de petróleo e gás natural e nas refinarias do litoral.

O NHC prevê que "Gustav" vai se enfraquecer rapidamente conforme entrar na terra em direção ao oeste e estará sobre o leste do Texas na madrugada de terça-feira.

A força do vento pode causar ondas de aproximadamente cinco metros de altura, e o NHC advertiu também sobre a possibilidade de tornados em toda a área do Golfo do México. EFE jab/rb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG