Tragédia no Rio de Janeiro já contabiliza 214 mortos

Rio de Janeiro, 10 abr (EFE).- Os bombeiros que trabalham nas encostas derrubadas pelas intensas chuvas que atingiram nesta semana o estado do Rio de Janeiro resgataram hoje outros dois corpos, com o que o balanço oficial de mortos subiu a 214.

EFE |

Os dois corpos localizados durante a madrugada deste sábado eram de um homem de 40 anos e de uma criança que foram resgatados no Morro de Bumba, em Niterói que desabou a noite da quarta-feira e que pode ter sepultado a 150 pessoas, segundo cálculos dos bombeiros.

Em Niterói, separada do Rio de Janeiro pela baía de Guanabara, foram registradas 134 das 214 mortes confirmadas desde que começaram as chuvas, na segunda-feira à tarde.

Segundo fontes oficiais, os trabalhos de resgate no Morro de Bumba, que centra agora as preocupações dos bombeiros, podem prolongar-se durante 15 dias.

O bairro que existia nesse lugar, com 50 imóveis, uma igreja, um jardim de infância e vários comércios, construídos sobre um antigo lixão, o que debilitou o terreno e reduziu a capacidade do solo para absorver a água de chuva. EFE ed/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG