Traficantes de drogas da Bolívia, Brasil e Peru brigam por controle de povoado boliviano

Traficantes bolivianos, brasileiros e peruanos que disputam o controle da cidade de Cobija, no extremo norte da Bolívia e fronteira com o Brasil, deixaram dez mortos esse ano em tiroteios e supostos acertos de contas, informou o governo.

AFP |

"Cobija se tornou um ponto de passagem da droga peruana para o Brasil. Há uma rede de receptores bolivianos responsáveis por passar a mercadoria para os traficantes brasileiros", afirmou o chefe da polícia da região de Pando, que tem Cobija como capital, coronel Oscar Nina.

"Os próprios grupos (de traficantes) roubam as drogas, o que iniciou a onda atual de acertos de conta", informou o governo.

O Ministério de Governo (Interior) informou na sexta-feira que desde o início do ano já se registraram nove mortes em tiroteios e acertos de contas na cidade - de 36.000 habitantes-, enquanto o jornal La Razón indicou uma décima vítima na noite de sábado.

Os violentos incidentes provocaram "um toque de recolher informal" durante as noites, já que as pessoas têm medo de andar nas ruas, disse Federico Aghuillar, secretário da prefeitura de Pando.

jac/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG