O narcotraficante colombiano Eugenio Montoya se declarou culpado nesta sexta-feira de crimes de tráfico de cocaína e obstrução de justiça em uma corte federal de Miami e pode ser condenado a uma pena máxima e 30 anos de prisão, conforme solicitado pela promotoria americana.

Montoya, que foi extraditado da Colômbia para os Estados Unidos em 2008, conseguiu um acordo com os promotores do governo americano pelo qual admite culpa nos crimes dos quais é acusado para obter uma redução da pena, que deve ser, neste caso, de um mínimo de 10 anos.

A juíza federal Cecilia Altonaga perguntou a ele várias vezes se concordava com o acordo alcançado por seu advogado com a promotoria. O narcotraficante respondeu "sim", assumindo a "culpa" por tráfico de cocaína nos Estados Unidos e obstrução da justiça.

jco/lm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.