TPII afirma que 2 criminosos de guerra foragidos estão na Sérvia

Belgrado, 20 mai (EFE).- Os dois únicos supostos criminosos de guerra foragidos dos Bálcãs, Ratko Mladic e Goran Hadzic, estão ao alcance das autoridades da Sérvia, segundo relatório da Promotoria do Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII), citado hoje pela emissora de rádio sérvia B92.

EFE |

O canal independente, que cita fontes "ligadas à Promotoria" do TPII, disse que o relatório semestral que o promotor-chefe dessa corte com sede em Haia, Serge Brammertz, apresentará em junho ao Conselho de Segurança (CS) da ONU é menos favorável à Sérvia que o anterior.

No entanto, de acordo com a fonte, o promotor afirma estar a par da "complexa e global busca" dos dois acusados realizada em nível profissional mais alto que antes.

Rasim Ljajic, o encarregado governamental sérvio de cooperação com o TPII, afirmou que Belgrado não pode aceitar a "sugestão" de Brammertz de que Mladic e Hadzic estão "em territórios sob a jurisdição da Sérvia".

"Nós não dizemos que não estão, mas ninguém pode dizer que estão até que estejamos convencidos e seguros de que estão em território da Sérvia", disse Ljajic à imprensa sérvia.

Em ocasiões anteriores, o responsável sérvio tinha declarado que esperava que Mladic fosse capturado e extraditado este ano e que fossem adotadas medidas diárias com esse fim.

Mladic, ex-comandante militar sérvio-bósnio acusado de genocídio em Srebrenica e de crimes cometidos na Guerra da Bósnia (1992-1995), e Hadzic, antigo líder dos sérvios da Croácia, são os dois únicos acusados ainda em liberdade.

A captura de Mladic e a extradição dele ao TPII é a principal condição para que a Sérvia possa avançar em seu caminho à União Europeia (UE). EFE sn/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG