Torre Eiffel é esvaziada após ameaça de bomba

Ameaça foi feita a partir de telefone público próximo à torre; após ficar fechada por duas horas, a atração turística foi reaberta

iG São Paulo |

AP
Policiais isolam entorno da torre Eiffel, em Paris
A Torre Eiffel e o parque que a rodeia foram esvaziados nesta terça-feira pela segunda vez em duas semanas após um alerta de bomba, informou um porta-voz do símbolo de Paris.

A ameaça foi feita a partir de um telefone público próximo à torre. Após ficar fechada por duas horas, a atração turística foi reaberta ao público.

Na segunda-feira, a estação ferroviária de Saint Lazare, no centro de Paris, foi esvaziada pela polícia após uma ameaça de bomba . A estação, por onde também passam linhas de metrô, foi esvaziada depois que um pacote suspeito foi identificado. As forças de segurança investigaram o local, mas não encontraram nada que representasse risco, e a estação voltou a funcionar.

No último dia 20, o governo francês afirmou que o risco de um atentado na França aumentou. Por causa disso, o país elevou o nível de sua vigilância antiterrorista Vigipirate, o que representa um maior desdobramento de agentes, sobretudo nos transportes públicos.

"O governo tem como base informações de um país amigo, que indicam que a Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI) pode cometer um atentado na França", afirmou uma fonte do Ministério do Interior, na ocasião. Segundo uma fonte judicial, a polícia investiga uma informação sobre uma mulher suspeita de planejar um atentado suicida em Paris. De acordo com a emissora RTL, a ameaça do ataque foi detectada pelos serviços de inteligência franceses. A suposta suicida aparentemente provém de meios radicais islâmicos.

    Leia tudo sobre: parisfrançaameaça terroristaeiffel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG