Tornado deixa mortes e destruição em cidade do Estado americano de Missouri

Tormenta deixa 116 mortos em Joplin; governador declara estado de emergência e autoridades alertam que número de vítimas deve subir

iG São Paulo |

Um grande tornado que cortou o sudeste da cidade de Joplin, no sudeste do Missouri, deixou ao menos 116 mortos, disseram as autoridades, que alertaram que o número de mortos pode subir nesta segunda-feira enquanto as equipes de busca e resgate continuam seu trabalho até o pôr do sol.

O gerente da cidade Mark Rohr anunciou o número conhecido de mortos em uma coletiva em um hospital destruído que foi atingido diretamente pela tormenta de domingo. Rohr disse que o tornado atravessou um trecho de quase 9,6 quilômetros de extensão e quase 1 quilômetro de largura no centro da cidade.

Grande parte do sul de Joplin ficou nivelada, com igrejas, escolas, negócios e casas reduzidos a ruínas . Um número desconhecido de pessoas ficou ferido na tormenta, e autoridades dizem que os pacientes foram enviados a quaisquer hospitais vizinhos que pudessem recebê-los.

O governador do Missouri, Jay Nixon, declarou estado de emergência e advertiu que mais tempestades podem atingir a região. No mês passado, tempestades e tornados deixaram um rastro de pelo menos 350 mortos no Alabama e em outros seis Estados do sul dos Estados Unidos.

Devastação

John Miller, um fotógrafo freelancer do jornal Springfield News-Leader, descreveu a devastação provocada pelo tornado na cidade. Segundo ele, várias lojas grandes e supermercados, além de postos de gasolina e outras construções, foram simplesmente derrubados.

“Em todo lugar o que podia ver estava ou fortemente danificado ou completamente destruído”, afirmou. “Vi bombeiros e paramédicos tirarem uma jovem de um carro na (loja de materiais de construção) Home Depot. Parte do prédio caiu sobre o carro”, disse. Linhas de transmissão de energia elétrica e de telefone foram interrompidas.

Testemunhas disseram que ambulâncias faziam fila em uma rua perto de um supermercado Walmart em meio a relatos de que centenas poderiam estar presas dentro do edifício destruído.

Funcionários do hospital St. John, em Joplin, disseram que o edifício havia sido fortemente danificado e que as janelas foram quebradas. Um morador que vive a 70 quilômetros de distância disse que material do hospital, incluindo remédios e radiografias, foram parar em seu jardim.

Condolências

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que estava viajando a caminho da Irlanda, para o início de sua visita de uma semana à Europa, enviou condolências aos afetados pelo tornado.

“Michelle e eu enviamos nossas mais profundas condolências às famílias de todos que perderam suas vidas nos tornados e no clima severo que atingiu Joplin, no Missouri, e outras comunidades no Meio Oeste hoje”, afirmou o presidente em um comunicado. “Elogiamos os esforços heroicos daqueles que responderam ao chamado e estão trabalhando para ajudar seus amigos e vizinhos nesse momento muito difícil”, afirmou.

O governador Nixon disse que as tempestades provocaram fortes danos em todo o Estado. “Eles continuam a trazer um risco significativo a vidas e à propriedade”, disse num comunicado. “O Estado está deslocando todos os recursos disponíveis de todas as agências para manter as famílias do Missouri em segurança, para procurar os desaparecidos, prover cuidados médicos de emergência e começar a recuperação”, afirmou.

Ele advertiu que as tempestades não passaram. “Peço aos cidadãos do Missouri que se mantenham informados sobre as últimas previsões meteorológicas e sigam as instruções e as advertências do pessoal de emergência, porque essas tempestades mortíferas continuam a se movimentar pelo nosso Estado”, disse.

*Com AP e BBC

    Leia tudo sobre: euatornadomissouri

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG