Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Torcida não comparece em massa, mas apóia seleção antes do jogo

Mohamad Hosn. Rio de Janeiro, 15 out (EFE).- Assim como aconteceu no mês passado contra a Bolívia no estádio Engenhão, a torcida do Rio de Janeiro não lotou as arquibancadas do Maracanã na noite de hoje para a partida contra a Colômbia, pelas Eliminatórias à Copa do Mundo de 2010.

EFE |

Vários pontos das arquibancadas superiores do estádio - locais que tiveram ingressos mais caros - estavam com grandes espaços vazios pouco antes do começo do jogo.

Nas cadeiras azuis, onde ficava a antiga geral do Maracanã e que tinha entradas mais baratas, o público compareceu em maior número e eram poucos os pontos sem torcida.

Mas ao contrário do ocorrido no Engenhão, onde o públicou não economizou críticas à seleção e vaiou o técnico Dunga desde antes do começo da partida, os torcedores que vieram hoje ao Maracanã mostravam muito otimismo, pelo menos antes do apito inicial.

O estudante Daniel Braga, que nunca havia assistido a uma partida da seleção brasileira no estádio, afirmou que o jogo de hoje seria "uma experiência inesquecível".

"Esta é minha primeira vez em um jogo do Brasil e tenho certeza de que será inesquecível. Ver a seleção e, principalmente o Kaká, é algo para lembrar para sempre", afirmou.

Daniel mostrou confiança na vitória, mas não quis arriscar um placar alto hoje contra os colombianos.

"Acho que o Brasil vai vencer, e arrisco um placar de 2 a 1. Se for uma vitória mais folgada será ainda melhor", disse o estudante.

O comerciante Milton Cunha também se mostrou confiante no triunfo, e apostou em uma partida tranqüila para a seleção.

"O jogo de hoje será maravilhoso, e acredito em uma vitória por 2 a 0 ou mais. A Colômbia não terá chances contra Kaká e Robinho", afirmou.

Para o economista Mauro Queiroz, o confronto contra os colombianos também será marcado por uma vitória fácil da seleção brasileira, mesmo com os comandados de Dunga não apresentando um "futebol muito convincente".

"O Brasil vence hoje por 3 a 1, mas sem apresentar um futebol muito convincente. Antigamente eu costumava freqüentar mais o estádio para assistir aos jogos da seleção, porque o time jogava bem e dava gosto de ver. Mas agora resolvi apoiar de novo, até na partida contra a Bolívia, no Engenhão, eu fui", afirmou. EFE mh/plc

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG