Tóquio espera acordo sobre exploração de gás durante a visita de Hu Jintao

Tóquio, 5 mai (EFE).- O Governo japonês espera alcançar um acordo com a China em sua longa disputa sobre os direitos de exploração de gás no Mar da China Oriental durante a visita a Tóquio do presidente da China, Hu Jintao, segundo a agência Kyodo.

EFE |

Hu chega na terça-feira a Tóquio e se reunirá na quarta-feira com o primeiro-ministro do Japão, Yasuo Fukuda, quando fontes oficiais japonesas citadas por "Kyodo" esperam que se possa anunciar esse acordo.

Não está claro, no entanto, que tipo de acordo poderia ser alcançado pois parece incerto que se determine a área onde ambos os países poderão explorar esses jazidas de gás.

Segundo a "Kyodo", o acordo entre Hu e Fukuda poderia limitar-se a determinar uma data em que deveria estar solucionado este conflito, principal assunto bilateral pendente entre dois países que melhoraram muita suas relações nos últimos anos.

A disputa se centra em uma zona onde as águas territoriais de ambos os países se misturam porque a demarcação fronteiriça não está resolvida.

O Japão pede à China que paralise os atuais projetos de exploração na jazida de gás natural e petróleo de Chunxiao, perto das águas japonesas, mas Pequim não reconhece os limites de Tóquio e assegura que a demarcação se encontra além, perto da província japonesa de Okinawa.

A Convenção das Nações Unidas sobre a Lei do Mar permite aos países a exploração dos recursos marítimos até uma área de 370 quilômetros a partir de suas costas, mas Pequim e Tóquio, que assinaram este tratado em 1996, diferem sobre os limites. EFE psh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG