Toque de recolher termina na região da Caxemira, na Índia

As autoridades indianas colocaram um fim neste domingo ao toque de recolher vigente em várias cidades da região indiana da Caxemira (norte), que registrou nas últimas semanas violentos protestos por uma alocação de terras em uma área de peregrinação.

EFE |

O toque de recolher tinha sido imposto nesta sexta-feira por medo de um confronto entre a maioria muçulmana e a minoria hindu, duas comunidades que convivem na parte da região sob controle da Índia, informou a agência indiana "Ians".

Nas últimas cinco semanas já morreram 15 pessoas devido aos protestos por causa de uma alocação de 40 hectares de terra para o comitê do templo de Amarnath, para onde chegam a cada ano em peregrinação milhares de hindus.

A concessão de terras irritou os muçulmanos, que saíram às ruas e conseguiram que as autoridades revogassem no dia 1º de julho a decisão.

Mas essa volta atrás levantou uma ácida reação por parte dos hindus da região, que se concentram nas planícies próximas à capital de verão, Jammu.

    Leia tudo sobre: índia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG