Praga, 30 mar (EFE).- O primeiro-ministro interino da República Tcheca e presidente do Conselho Europeu, Mirek Topolanek, se mostrou hoje seguro de que conseguirá avançar rumo a um acordo com a oposição social-democrata antes da reunião do Grupo dos Vinte (G20, países ricos e principais emergentes) no próximo dia 2, em Londres.

Desta forma, Topolanek tentou passar tranquilidade em relação ao teor da crise institucional vivida pela República Tcheca depois da queda do Executivo local na semana passada devido a uma moção de censura.

A República Tcheca terá o papel de apresentar em Londres a postura da União Europeia (UE) sobre a nova ordem econômica internacional e a luta contra a crise econômica e financeira.

Topolanek deve se encontrar ainda hoje com o líder social-democrata tcheco, Jiri Paroubek, depois de uma primeira reunião na sexta-feira passada.

Ambos pretendem fechar um acordo político para manter o funcionamento do Executivo tcheco, permitindo que o país conclua a Presidência rotativa da UE no final de junho, e realize eleições antecipadas no máximo até o mês de outubro. EFE gm/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.