Tony Blair se reúne com rei da Jordânia

Amã, 19 mai (EFE).- O ex-primeiro-ministro do Reino Unido e enviado do Quarteto de Madri, Tony Blair, reuniu-se hoje com o rei Abdullah II da Jordânia, que lhe pediu para intensificar os esforços a fim de relançar as conversas de paz entre israelenses e palestinos.

EFE |

Segundo um comunicado da casa real jordaniana, "na conversa, foram abordados os esforços para relançar seriamente as negociações para resolver o conflito palestino israelense sobre o princípio de dois Estados".

O rei Abdullah II pediu a intensificação dos esforços e disse que a solução dos dois Estados, um palestino que conviva pacificamente com o israelense, representa "a verdadeira base para a paz e a consolidação da segurança e da estabilidade na região", segundo a nota.

O rei da Jordânia manteve nas últimas semanas reuniões com o presidente israelense, Shimon Peres, e com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, além de com o papa Bento XVI.

Além disso, o monarca árabe viajou em 21 de abril a Washington, onde se reuniu com o presidente americano, Barack Obama, e, em 11 de maio, foi a Damasco, onde se reuniu com o presidente sírio, Bashar al-Assad.

O Quarteto de Madri é integrado por Estados Unidos, União Europeia, Rússia e ONU. EFE ajm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG