Tony Blair é surpreendido viajando sem bilhete em trem inglês

O ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair viveu um episódio embaraçoso ao ser surpreendido em um trem sem bilhete e sem dinheiro para pagar a passagem, revela a imprensa inglesa.

AFP |

Arquivo
Arquivo
O ex-premiê britânico foi pego sem bilhete no trem
Blair, que já faturou um milhão de dólares dando conferências desde que deixou o poder em junho do ano passado, ficou diante de um funcionário que exigiu sua passagem no trem que o levava ao aeroporto londrino de Heathrow, onde embarcaria em um avião para os Estados Unidos, informa o jornal "Daily Mail".

O ex-premiê admitiu que não tinha o bilhete e que tampouco estava com as 24,50 libras para pagar pela passagem, porque não encontrava o dinheiro passado por um assistente.

O jornal, citando um porta-voz de Blair, disse que o segurança do ex-premiê se ofereceu para pagar o bilhete, mas que o funcionário da empresa ferroviária permitiu a viagem sem a passagem.

Blair, 54 anos, é o enviado para o Oriente Médio do quarteto diplomático (União Européia, Rússia, Estados Unidos e ONU). Também ocupa um posto de conselheiro bem remunerado no banco americano JP Morgan e assessora a empresa suíça Zurich Financial Services em vários temas, como a mudança climática.

A AFP não conseguiu falar com o porta-voz de Blair para que comentasse o episódio.

Leia mais sobre: Tony Blair

    Leia tudo sobre: tony blair

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG