Tony Blair dispara alarme de incêndio ao queimar torradas

O ex-primeiro-ministro britânico, Tony Blair, fez disparar um alarme de incêndio, quando tentava fazer o café-da-manhã em sua casa secundária, o que provocou a chegada de quatro carros dos bombeiros ao local, declarou seu porta-voz neste domingo.

AFP |

Blair e sua esposa, Cherie, tentavam fazer torradas, na madrugada de sábado, em sua propriedade do século XVII, em Wotton Underwood, no sudeste da Inglaterra, quando o alarme disparou.

Como a casa aparece em uma lista oficial de edifícios considerados de interesse histórico, o alarme se conecta automaticamnente à estação dos bombeiros local, disse o porta-voz.

"Foi só fumaça, não houve fogo, mas enquanto a senhora Blair ligava para os bombeiros para dizer que não viesse, eles já estavam a caminho", disse.

"Foi bastante embaraçoso e com certeza eles vão enviar uma grande nota de agradecimento" aos bomberos, acrescentou.

O serviço local de luta contra incêndios disse que três caminhões dos bombeiros chegaram e um quarto estava a caminho quando se soube que era um alarme falso.

"Quando chegaram, se encontraram, em resumo, com torradas queimadas que fizeram disparar o alarme, um incidente menor com relação ao que se esperava", disse um porta-voz do serviço.

"A fumaça foi dissipada com um ventilador e os bombeiros deram alguns conselhos de segurança contra incêndios", destacou.

Leia mais sobre: Tony Blair

    Leia tudo sobre: tony blair

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG