Toneladas de peixes morrem em lago próximo a vulcão nas Filipinas

Aumento da temperatura da água teria provocado a morte dos animais

EFE |

Reuters
Com ajuda de um bambu, pescador separa peixes mortos em lago nas Filipinas

Mais de 700 toneladas de peixes morreram em um lago nas Filipinas devido ao aumento da temperatura da água provocada pela atividade do vulcão Taal, informaram neste domingo fontes oficiais. Segundo o Escritório de Pesca e Recursos Aquáticos, desde a sexta-feira os peixes surgem flutuando em cinco povoados situados nas margens do lago Taal que rodeia o vulcão do mesmo nome, situado na província de Batangas, a cerca de 40 quilômetros ao sul de Manila.

A atividade no Taal aumentou em abril e desde então o Instituto de Vulcanologia e Sismologia das Filipinas (Philvocs) mantém declarado o alerta 2 em uma escala de 5, que indica o surgimento de magma na superfície. As autoridades proibiram a presença humana na ilha vulcânica devido ao perigo de erupção e de gases tóxicos.

Milhares de turistas visitam a cada ano o Taal e alguns percorrem caminhando até a cúpula de 400 metros para ver o lago e a fumaça que se formam. O vulcão, que matou 1.300 pessoas em 1911 e 200 em 1965, faz parte de uma cadeia vulcânica que se estende pela região ocidental da ilha de Luzon.

    Leia tudo sobre: filipinasvulcãomorte de peixes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG