Toneladas de lixo seguem amontoadas nas ruas de Nápoles

Roma, 20 mai (EFE).- Toneladas de lixo seguem amontoadas hoje nas ruas da cidade italiana de Nápoles, apesar da operação especial de limpeza realizada na véspera da reunião do primeiro Conselho de Ministros de Silvio Berlusconi.

EFE |

O jornal "La Repubblica" chama hoje de "Tour do lixo" o trajeto feito pela cidade por turistas, que não podem apreciar sua beleza arquitetônica e histórica, distraídos pelo fedor insuportável e pelas montanhas de lixo ainda não recolhidas.

Na zona de Maschio Angioino, do Teatro São Carlo ou da Praça do Plebiscito, por onde passará amanhã o novo primeiro-ministro italiano, Silvio Belusconi, o lixo desapareceu, mas resta o "asfalto gordurento e fedido", acrescenta o jornal.

A recolha do lixo no centro foi possível graças à abertura provisória de alguns lixões, e à volta de trens que levam o lixo para a Alemanha.

Ainda assim, milhares de toneladas de lixo podem ser vista nas ruas de Nápoles, assim como na região de Campânia.

Segundo uma pesquisa do Instituto de Pesquisa sobre o Turismo publicada há poucos dias, em 2007 e nos primeiros meses de 2008, Nápoles vem sofrendo uma brusca queda de visitantes, com perdas avaliadas em até 64 milhões de euros.

Há ainda uma preocupação com a saúde pública, já que o lixo pode causar várias doenças.

O subsecretário de Saúde italiano, Ferruccio Fazio, anunciou a criação de um serviço de atendimento aos cidadãos, bem como a formação de uma equipe de 200 médicos que irá analisar a situação sanitária da região. EFE ccg/fh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG