Tom Vilsack, 58 anos, um ex-governador democrata de Iowa (centro), um Estado de forte tradição agrícola e primeiro produtor americano de biocombustíveis, vai se tornar, em janeiro, secretário de Agricultura do novo governo Obama.

Em novembro de 2006, Tom Vilsack havia sido o primeiro político a se declarar oficialmente candidato à indicação de seu partido às eleições presidenciais de novembro de 2008.

"Nosso país precisa de um presidente que seja construtor e criador, de um presidente que queira nos trazer muita segurança enfrentando nossos problemas", havia dito durante uma reunião de militantes em Mount Pleasant (Iowa), a cidade onde lançou a carreira política.

Em fevereiro de 2007, anunciou a retirada da corrida presidencial reconhecendo que não conseguiria levantar os recursos necessários para se manter na disputa.

Passou, em seguida, a apoiar a postulante à candidatura democrata, Hillary Clinton, que acabou por renunciar à indicação em proveito de Barack Obama, em junho deste ano.

Nas eleições presidenciais de 2004, havia sido considerado para uma possível dobradinha com o candidato democrata John Kerry.

Órfão, vivia num centro católico até a adoção por uma família americana.

Governador de Iowa de 1998 a 2006, Tom Vilsack havia sido o primeiro democrata, num período de mais de 30 anos, a obter o cargo de governador deste Estado.

Sua carreira política havia começado em 1987 ao ser eleito prefeito de Mount Pleasant. Em 1992, foi eleito Senador pelo Estado, um cargo no qual permaneceu até 1998.

Vilsack é casado e pai de dois filhos adultos.

emp/chv/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.