Tom Cruise e Katie Holmes pensam em ter mais filhos

Berlim, 22 jan (EFE).- Tom Cruise e Katie Holmes pensam em ter mais filhos, se mostram profundamente apaixonados, mas não querem se precipitar, explicaram ao jornal Bild em entrevista publicada hoje, coincidindo com a estreia de Operação Valquíria, de Bryan Singer, na Alemanha.

EFE |

O ator de 46 anos encarna o coronel Claus Schenk Graf von Stauffenberg no filme, que já estreou nos EUA e chega ao Brasil em 13 de fevereiro.

Tom Cruise diz que Katie é a mulher de sua vida e que já sabia, "desde o primeiro encontro", que se casaria com ela. Confessa inclusive que foi 20 vezes ver a obra de Arthur Miller, "Todos eram meus filhos", que ela representava em um teatro de Broadway, em Nova York, quando começou a cortejá-la.

Ao contrário das filmagens, quando levaram a filha Suri a Berlim, desta vez eles a deixaram com a babá em Nova York, porque "voar por dois dias poderia ser muito cansativo para ela", diz Katie.

O ator, que à frente de United Artists, é um dos produtores do filme se empenha em promover o filme com o qual quer relançar sua carreira em Hollywood, e por enquanto vem recebendo críticas muito díspares.

Cruise explica ao jornal que odeia os uniformes nazistas e que "foi realmente estranho entrar num", e, sobretudo, gritar "Heil, Hitler!", o que fez "quase vomitar".

Porém, para ele "a mais dura de todas as cenas foi a da execução de Stauffenberg", rodada às quatro da manhã no Bendlerblock de Berlim, onde realmente foram executados o coronel e outros oficiais alemães por atentar contra Hitler.

"Rodamos somente com as luzes dos carros, para retratar o ocorrido há 64 anos. Mantivemos um minuto de silêncio antes de disparar o comando de execução. Assim morre um herói que quer salvar o povo alemão e um ditador desumano", resume Cruise os fatos históricos ocorridos em 1944. EFE umj/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG