três dias de luto depois do ataque a sua seleção de futebol - Mundo - iG" /

Togo decreta três dias de luto depois do ataque a sua seleção de futebol

O governo do Togo decretará três dias de luto nacional, a partir de segunda-feira, em homenagem às vítimas do ônibus da seleção nacional metralhado, anunciou na noite deste sábado o primeiro-ministro Gilbert Fossoun Houngbo.

AFP |

"O governo decidiu decretar três dias de luto a partir de segunda-feira. Conversaremos com as famílias para organizar o traslado dos corpos", declarou Houngbo.

Duas pessoas morreram no episódio: o encarregado de comunicação, Stanislas Ocloo e o técnico adjunto Abalo Amelete.

O goleiro Kodjovi Obilalé, ferido nos rins e no abdômen, foi levado neste sábado a Johannesburgo, para uma cirurgia.

"Obilalé vive, está consciente, falou inclusive com seu irmão, hoje", informou o primeiro-ministro.

Houngbo também informou que o motorista angolano do ônibus "está vivo", ao contrário das notícias que anunciavam sua morte.

"Não faleceu. Está numa unidade de tratamento intensivo", explicou.

O governo do Togo decidiu sábado retirar sua delegação da Copa da África de Nações (CAN) que começa neste domingo em Angola.

ek/jo/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG