Tocha olímpica passa pela Muralha da China

A um dia da cerimônia de abertura da Olimpíada de Pequim, a tocha olímpica passou nesta quinta-feira pela Muralha da China. Milhares de chineses e turistas participaram do desfile da tocha pela Muralha, que é um dos cartões postais mais famosos do país.

BBC Brasil |

A tocha, que chegou a Pequim na quarta-feira, ainda deve passar por alguns subúrbios próximos à capital, até acender a pira olímpica, na sexta-feira.

A chama partiu de Olímpia, na Grécia, no dia 24 de março e atravessou os cinco continentes antes de chegar a Pequim. Ela já percorreu mais de 140 mil quilômetros.

Segundo o correspondente da BBC em Pequim James Reynolds, a neblina era tão forte na Muralha da China nesta quinta-feira, que mal se via a chama e o banner com o slogan da competição "Um mundo, um sonho".

O correspondente ressalta que a passagem da tocha pela China está mais próxima do que as autoridades chinesas queriam. Quando passou pelo exterior, ela foi alvo de protestos de manifestantes pró-Tibete.

A tocha ainda deve passar nesta quinta-feira pelo Templo da Terra, outro local histórico da China.

Na quarta-feira, ao chegar em Pequim, ela foi carregada pelo ídolo do basquete Yao Ming, na Praça da Paz Celestial. Alguns instantes antes, quatro manifestantes americanos e britânicos foram presos por protestarem próximo ao estádio olímpico nacional.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG