Roma, 16 abr (EFE).- A Prefeitura de Roma será decidida em segundo turno entre o candidato do progressista Partido Democrata (PD), Francesco Rutelli, e o do conservador Povo da Liberdade, Gianni Alemanno, já que nenhum dos dois conseguiu a maioria absoluta na primeira votação, informou o Ministério do Interior italiano.

Segundo os dados da apuração final divulgados hoje, Rutelli conseguiu 45,7% dos votos e Alemanno, 40,7%.

Rutelli, atual ministro da Cultura, se apresentou a este pleito - realizado junto com as eleições gerais - apoiado pelo PD, pela Itália dos Valores do ex-juiz anticorrupção Antonio Di Pietro, pela Esquerda Arco-Íris e pelos Verdes.

Ex-ministro da Agricultura, Alemanno também tinha o apoio do Movimento pela Autonomia.

O segundo turno para escolher qual deles será o próximo prefeito da capital italiana acontecerá em 27 e 28 de abril. EFE ddt/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.