Tiroteios matam ao menos 11 pessoas na Chechênia

Pelo menos seis insurgentes e cinco soldados russos foram mortos em tiroteios na Chechênia, disseram autoridades da província russa na sexta-feira.

Reuters |

Os agentes federais foram mortos em combates que começaram na quinta-feira e continuaram nesta sexta em montanhas a sudoeste da capital provincial Grozny, disse uma autoridade à Reuters sob condição de anonimato.

O gabinete do presidente checheno, Ramzan Kadyrov, que é apoiado por Moscou, informou que seis rebeldes foram mortos na quinta-feira em combates separados.

A violência aumentou ao longo do ano passado na Chechênia, minando a recuperação na região majoritariamente muçulmana após duas guerras devastadoras na década de 1990 em que forças do governo lutaram contra rebeldes separatistas.

Kadyrov mostrou confiança de que os rebeldes serão em breve destruídos e até anunciou planos para a construção de uma estação de esqui assim que os insurgentes forem eliminados das montanhas.

Mas os ataques quase diários na Chechênia e em províncias vizinhas do Norte do Cáucaso, a maioria tendo a polícia e autoridades governamentais como alvo, alarmaram o Kremlin.

Leia mais sobre Chechênia

    Leia tudo sobre: chechênia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG