Tiroteio entre sunitas e alauítas deixa cinco mortos e 22 feridos no Líbano

Cinco pessoas, entre elas duas mulheres, morreram nesta sexta-feira em trocas de tiros entre membros das comunidades sunita e alauíta em Trípoli, no norte do Líbano, antes da entrada em vigor de um cessar-fogo, informou à AFP uma fonte dos serviços de segurança.

AFP |

Os combates, que começaram na madrugada desta sexta-feira e terminaram às 18H00 locais (12H00 de Brasília), também deixaram 22 feridos.

"O cessar-fogo entrou em vigor às 18H00", declarou a fonte. A hora do início deste cessar-fogo havia sido anunciada antes pelo deputado sunita Mohamed Abdel Latif Kabbara.

"O Exército enviou reforços nas áreas de conflito para garantir o respeito do cessar-fogo", havia dito Kabbara a imprensa.

Cinco pessoas, entre as quais duas mulheres, morreram nos enfrentamentos entre combatentes do bairro de maioria sunita de Bab al-Tebbaneh e do bairro de maioria alauíta de Jabal Mohsen, declarou o representante dos serviços de segurança, que não quis ser identificado.

Foguetes RPG foram disparados durante o tiroteio, constatou um correspondente da AFP.

Quatorze pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas desde junho passado, quando se intensificaram os enfrentamentos entre estes dois bairros de Trípoli. Bab al-Tebbaneh, de maioria sunita, é um feudo da maioria anti-síria. Já os moradores de Jabal Mohsen pertencem à comunidade alauíta, uma corrente do xiismo, e são partidários do movimento radical xiita Hezbollah, que lidera a oposição no Líbano.

str/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG