Tiroteio entre refugiados palestinos no Líbano deixa 1 ferido

Beirute, 2 jan (EFE).- Um tiroteio entre dois grupos palestinos ocorrido hoje em um campo de refugiados no Líbano causou um ferido, informou um responsável do Fatah.

EFE |

O enfrentamento a tiros ocorreu em Ein el-Hilweh, o maior campo de refugiados palestinos do Líbano, situado nos arredores da cidade de Sidon.

Munir Makdan, responsável do grupo palestino Fatah nesse campo, disse à emissora "A Voz do Líbano" que o tiroteio começou quando membros do grupo Jund al-Cham dispararam contra um escritório do Fatah, cujos guardas responderam aos disparos.

Minutos depois do incidente, os dois grupos se reuniram para tomar medidas para evitar que situações como estas se repitam no futuro, acrescentou a fonte palestina.

O único ferido pertence ao Fatah, acrescentou Makdan. São desconhecidas as razões que motivaram os primeiros disparos.

No Líbano, estão refugiados 400 mil palestinos. Só no acampamento de Ein el-Hilweh residem 48 mil pessoas.

Nos campos de refugiados palestinos são frequentes os enfrentamentos entre as distintas facções que disputam o controle de sua segurança interna, uma tarefa reservada aos próprios palestinos.

EFE ks/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG