Tiroteio em igreja dos EUA deixa um morto e oito feridos

Washington - Um homem armado invadiu hoje uma igreja em Knoxville (Tennessee, EUA) durante uma celebração religiosa causando a morte de uma pessoa e deixando pelo menos outras oito feridas, informaram as autoridades.

EFE |

Em declarações à emissora "WBIR", um vereador da cidade de Knoxville, Joe Hultquist, disse que o homem entrou na igreja e abriu fogo contra os fiéis.

O chefe da Polícia de Knoxville, Sterling Owen, disse que a vítima mortal foi identificada como Greg McKendry, de 60 anos, um membro da igreja que estava na entrada do templo.

"Parece que o senhor McKendry foi a primeira pessoa a encontrar (o agressor) quando entrou no santuário. Demorará algum tempo para que possamos esclarecer todos os fatos", declarou Owen.

Cinco dos feridos estão em "condição crítica", enquanto outros dois receberam alta.

Owen explicou que por enquanto não serão divulgados o nome ou a idade do suspeito, agora sob custódia policial e que, segundo algumas testemunhas, tinha cabelos loiros e longos e cerca de 40 anos.

As autoridades não acreditam que ele tenha algum transtorno psicológico.

"Hoje Knoxville sofreu uma tragédia. Nossas orações e pensamentos estão com as vítimas, suas famílias e com a comunidade da igreja", declarou em comunicado Bill Haslam, prefeito da cidade.

A emissora "WBIR" comentou em seu site que, segundo uma das testemunhas, três dos fiéis da Igreja Unitária Universal do Vale do Tennessee conseguiram conter o agressor, que já estava sob custódia policial.

O chefe policial confirmou relatórios de testemunhas que relataram que o homem entrou na igreja com uma grande quantidade de munição e tentou esconder uma escopeta no estojo de um violão.

O incidente, que aconteceu na parte ocidental da cidade, aconteceu durante uma celebração regular da igreja e no momento em que um grupo de crianças realizava uma apresentação de um musical.

Muitos fiéis se refugiaram em uma igreja próxima, enquanto as autoridades isolavam o local no qual aconteceu o tiroteio e interrogaram várias testemunhas.

    Leia tudo sobre: atirador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG