Tiroteio em igreja dos EUA deixa dois mortos e sete feridos

Washington - Um homem armado invadiu neste domingo uma igreja em Knoxville (Tennessee, EUA) durante uma celebração religiosa causando a morte de duas pessoas e deixando outras sete feridas, informaram as autoridades.

EFE |

Em declarações à emissora "WBIR", o vereador da cidade de Knoxville Joe Hultquist disse que o homem entrou na igreja e abriu fogo contra os fiéis.

O chefe da Polícia de Knoxville, Sterling Owen, disse que a vítima fatal foi identificada como Greg McKendry, de 60 anos, um membro da igreja que estava na entrada do templo.

A segunda vítima é Linda Kreager, de 61 anos, que morreu horas depois no Centro Médico da Universidade do Tennessee, informaram as autoridades, que acrescentaram que cinco dos feridos permanecem em "condição crítica ou grave", enquanto os outros dois receberam alta.

O autor do ataque, identificado como Jim D. Adkisson, de 58 anos, foi detido pouco depois do tiroteio, disse o porta-voz da cidade, Randy Kenner.

A emissora "WBIR" comentou em seu site que, segundo uma das testemunhas, três dos fiéis da Igreja Unitária Universal do Vale do Tennessee conseguiram conter o agressor, que já estava sob custódia policial.

O chefe policial confirmou relatórios de testemunhas que relataram que o homem entrou na igreja com uma grande quantidade de munição e tentou esconder uma escopeta no estojo de um violão.

O incidente, que aconteceu na parte ocidental da cidade, ocorreu durante uma celebração regular da igreja e no momento em que um grupo de crianças realizava uma apresentação de um musical.

Muitos fiéis se refugiaram em uma igreja próxima, enquanto as autoridades isolavam o local no qual aconteceu o tiroteio e interrogaram várias testemunhas.

    Leia tudo sobre: ataqueatiradoreua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG