Tiroteio deixa 8 mortos do sul do México

Segundo informações da polícia a troca de tiros ocorreu entre habitantes de dois povoados que disputam 400 hectares de terras

EFE |

Oito homens morreram e outros 12 ficaram feridos após um tiroteio entre habitantes de dois povoados do estado mexicano de Oaxaca que disputam 400 hectares de terras, informou a Polícia nesta quarta-feira.

O enfrentamento aconteceu na tarde de terça-feira, mas apenas nesta quarta os agentes policiais conseguiram entrar nas comunidades de San Sebastián Nopalera e Zimatlán de Lázaro Cárdenas, cujos habitantes travam um conflito agrário que já dura 20 anos.

Mortos e feridos foram registrados nos dois povoados, que ficam a 300 quilômetros da capital do estado de Oaxaca. A secretária de Governo do México, Irma Piñeyro, informou que existem em Oaxaca 134 conflitos agrários catalogados como "focos vermelhos", pelo que será necessária a intervenção do presidente Felipe Calderón.

O presidente do Centro de Direitos Humanos e Assessoria a Povos Indígenas, Maurilio Santiago Reyes, assegura que a Polícia preferiu não intervir para tentar evitar o conflito.

"Os policiais optaram por esconder-se, por refugiar-se, porque as armas dos agressores são melhores que as dos policiais", disse Reyes. Nesta quarta-feira, agentes do Estado chegaram à região para realizar o levantamento dos cadáveres e iniciar as investigações sobre o caso.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG