Tiros para cima matam 1 e deixam 11 feridos no Líbano

Beirute, 25 jun (EFE).- Pelo menos uma pessoa morreu e outras 11 ficaram feridas hoje, em Beirute, por causa de disparos feitos para cima para comemorar a reeleição do xiita Nabih Berri como presidente do Parlamento libanês, informou a rede de televisão LBC.

EFE |

Boa parte das vítimas se encontrava em bairros de maioria cristã da capital libanesa, afirmou a "LBC", que também divulgou que vários veículos foram atingidos.

No Líbano, é comum dar tiros para cima em celebrações e enterros.

Berri foi reeleito pela Câmara dos Deputados hoje, pela quinta vez consecutiva, como presidente do Parlamento libanês, depois das eleições legislativas realizadas no dia 7 de junho.

O veterano presidente do Parlamento, de 71 anos, era o único candidato a presidir esta instituição e obteve o apoio de 90 dos 127 deputados que estavam na sala.

Um comunicado da Presidência afirmou que, depois da eleição do chefe da Câmara, amanhã começarão as consultas parlamentares para nomear um novo primeiro-ministro, que será encarregado de formar o Governo.

A previsão é que as consultas parlamentares sejam concluídas no próximo sábado, no dia em que será divulgado o nome do novo chefe do Executivo. EFE ks-ssa/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG