Tiros de alegria na Ossétia do Sul deixam atônitos funcionários da Cruz Vermelha

Os tiros de alegria para o alto em comemoração ao reconhecimento por Moscou da independência da Ossétia do Sul obrigaram o pessoal do Comitê internacional da Cruz Vermelha (CICR) a se concentrar em Tskhinvali, a capital do território, informaram fontes da organização nesta terça-feira em Genebra.

AFP |

Os membros do CICR na Ossétia do Sul "voltaram para Tskhinvali antes do previsto por motivos de segurança após tiros em comemoração ao reconhecimento da independência do território pelo presidente russo, Dimitri Medvedev, indicou à AFP Anna Nelson, uma porta-voz do CICR".

Apesar de os tiros terem um objetivo festivo e não significarem um aumento das hostilidades, são uma fonte de preocupação para o pessoal do CICR, indicou.

A equipe da organização estava realizando visitas nas cidades dos arredores da capital da Ossétia do Sul.

Alguns carros estão circulando Tskhinvali em grande velocidade com seus passageiros agitando a bandeira da província e atirando para o ar com armas automáticas desde que a independência foi reconhecida por Moscou.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, anunciou nesta terça-feira que reconheceu a independência das duas repúblicas separatistas da Geórgia, a Ossétia do Sul e a Abkházia, assim como o próximo estabelecimento das relações diplomáticas com elas.

wtf/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG