Tigres brancos matam funcionário de zôo em Cingapura

CINGAPURA (Reuters) - Três tigres brancos agrediram um homem até a morte em um zoológico de Cingapura na quinta-feira, depois que ele entrou no fosso onde os animais estavam, informou uma autoridade do zoológico. Nordin Bin Montong, 32, um malaio que trabalhava como faxineiro no zoológico, entrou no fosso onde estavam os tigres e foi atacado, disse Biswajit Guha, diretor-assistente de zoologia do zoológico de Cingapura, em um comunicado.

Reuters |

O barulho do ataque chamou a atenção dos funcionários do zoológico. Eles conseguiram distrair os tigres e resgatar Nordin.

"Os funcionários conseguiram apartar o faxineiro e o tigre. Enquanto esperava a ambulância, nossos veterinários cuidaram dele", disse Guha. "Mas, tragicamente, ele não resistiu aos ferimentos".

O jornal Straits Times, de Cingapura, disse em seu site que Nordin parecia agitado antes de entrar no fosso. Assustados, os visitantes que estavam perto do local viram o ataque e gritaram, segundo o jornal.

De acordo com a WWF, ONG em defesa da preservação ambiental, há 4 mil tigres no mundo -- a espécie é considerada ameaçada.

Os tigres brancos são ainda mais raros porque têm uma condição genética que retira a pigmentação laranja de seu pêlo, deixando o animal branco como neve, com listras negras e olhos azuis.

(Por Melanie Lee)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG