Texas polemiza ao planejar executar 13 pessoas em 3 meses

El Paso (EUA), 5 jan (EFE).- O Departamento de Justiça Penal do Texas (TDCJ) tem programadas para os primeiros três meses deste ano 13 execuções de réus condenados à morte, o que gerou críticas por parte dos detratores deste tipo de pena.

EFE |

O calendário de execuções revela que no primeiro mês de 2009 há programadas sete execuções, a primeira delas a do afro-americano Cortis Moore, para 14 de janeiro.

"O Texas está fazendo o que sempre faz, uma série de execuções aceleradas sem importar se o sistema demonstrou ter erros, que nestes casos são irreversíveis", disse hoje à Agência Efe o diretor da Coalizão para a Abolição da Pena de Morte no Texas, Rick Halperin.

Segundo ele, grave não é unicamente a alta percentagem de hispânicos que as autoridades do Texas pretendem executar nos primeiros meses do ano, mas o número de pessoas que estão perdendo a vida nas mãos do Estado.

Halperin calcula que as programadas para os primeiros três meses de 2009 fazem pensar que o Texas pode superar o número de execuções de anos anteriores.

No ano passado, o estado iniciou suas execuções apenas em junho, após uma moratória que se estendeu de setembro de 2007 a abril de 2008.

Desde 1982, o estado do Texas já executou 423 réus. EFE mpg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG