Texas executa homem condenado por estupro e assassinato

Johnny Johnson, um negro de 51 anos, condenado a morte por estupro e assassinato de uma jovem em 1995, foi executado com uma injeção letal na quinta-feira à noite no Texas, anunciaram as autoridades penitenciárias.

AFP |

A execução aconteceu na prisão de Huntsville. Em sua última declaração, Johnson pediu o fim da pena de morte.

Ele foi condenado a morte em 30 de maio de 1996 pelo estupro e homicídio no Texas de Leah Smith, a quem propôs fornecer crack em troca de relações sexuais, segundo a justiça.

Quando ela recusou, ele a atacou violentamente, antes de cometer o estupro. Johnson, jogou a cabeça da vítima no chão e deu vários chutes, antes de violentar Leah pela segunda vez e roubar a carteira dela.

O condenado se declarou culpado e admitiu ter matado pelo menos outras três mulheres e violentado algumas.

Ele é o oitavo homem executado no Texas no último mês. O estado registra 431 execuções desde 1976.

Leia mais sobre pena de morte

    Leia tudo sobre: pena de morte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG