Tetris é positivo para o cérebro, segundo estudo

WASHINGTON - Um estudo revela que o Tetris, um dos jogos eletrônicos mais populares nos anos 80 e 90, que consiste em encaixar peças geométricas que caem pela tela, tem efeitos positivos no cérebro dos jogadores.

EFE |

Segundo um artigo publicado hoje pela revista "BMC Research Notes", dedicar tempo a este jogo pode causar mudanças favoráveis nas áreas do cérebro ligadas ao pensamento crítico, ao processamento da linguagem e ao planejamento de movimentos coordenados.

Pesquisadores liderados pelo psicólogo Richard Haier, da Rede de Pesquisa da Mente e professor na divisão de neurologia pediátrica da Faculdade de Medicina da Universidade da Califórnia, realizaram experimentos para determinar de que forma esse jogo afeta a eficiência e o tamanho da crosta cerebral.

O estudo foi realizado em mulheres, já que os homens "tendem a ter experiência em jogos de computador consideravelmente maior e, portanto, podem não mostrar mudanças detectáveis no cérebro depois da prática".

Depois de jogarem Tetris por três meses, 26 meninas com pouca experiência com jogos de computador foram analisadas e os efeitos no cérebro foram favoráveis.

Leia mais sobre Tetris

    Leia tudo sobre: cérebroestudojogotetris

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG