Moscou, 30 abr (EFE).- Os testes genéticos realizados nos Estados Unidos confirmaram que os restos de ossos encontrados no ano passado nos Urais pertencem a dois dos filhos do último czar, Nicolau II, informou hoje o governador da região de Sverdlovsk, Eduard Rossel.

"Agora, finalmente, encontramos toda a família real", disse Rossel em entrevista coletiva em Yekaterinburgo, capital da região e cidade onde o último czar russo foi assassinado pelos bolcheviques em 1918, junto com toda sua família.

Os testes realizados nos EUA confirmam as conclusões dos especialistas russos, que em agosto de 2007, um mês depois da decoberta dos últimos restos, declararam que as ossadas pertenciam aos príncipes Alexei e Maria. EFE si/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.