Testemunha diz ter visto Madeleine esta semana em banco em Bruxelas

Bruxelas, 8 ago (EFE).- Uma testemunha afirma ter visto a menina britânica Madeleine McCann - desaparecida desde 2007 - esta semana em uma agência bancária em Bruxelas acompanhada de uma mulher de origem norte-africana, publicam hoje vários jornais do grupo editorial belga Sud Presse.

EFE |

A testemunha, que prestou depoimento à Polícia na tarde de quinta-feira, afirma que viu a menina no último dia 4 em companhia de uma mulher que "falava francês bastante mal".

A Polícia belga já tem em seu poder a gravação das câmeras de segurança do banco e analisará as imagens.

Após a divulgação do sumário do caso Madeleine, no último dia 5, e a falta de provas conclusivas sobre as circunstâncias do desaparecimento da menina, em maio de 2007, vários jornais britânicos indicaram uma possível rede pedófila belga como culpada.

Pelo contrário, a Procuradoria deste país não deu credibilidade a esta pista porque afirma que nem os investigadores britânicos nem os portugueses indicaram dessa possibilidade.

A Bélgica já esteve visada anteriormente, quando uma mulher disse ter visto a menina britânica em um restaurante de Tongres (leste da Bélgica) em companhia de um casal, mas depois que a Polícia belga conseguiu identificar os dois adultos e a menina, descartou que se tratasse de Madeleine.

Várias testemunhas também afirmaram ter visto a menina britânica em um bonde em Bruxelas, em um trem entre esta cidade e Antuérpia e ainda em um avião entre a capital belga com Nova York.

Madeleine McCann, de 4 anos, desapareceu em 3 de maio de 2007 enquanto dormia junto aos dois irmãos em um quarto de hotel da região portuguesa do Algarve, enquanto seus pais jantavam em um restaurante próximo. EFE rja/ev/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG