Testemunha da morte de Jean Charles diz que policiais não se identificaram

Londres, 3 nov (EFE).- Uma mulher que foi testemunha presencial da morte a tiros do brasileiro Jean Charles de Menezes no metrô de Londres, em 2005, afirmou hoje que os agentes que o mataram a tiros não se identificaram e que pareciam fora de controle.

EFE |

Anna Dunwoodie depôs no tribunal que investiga a morte de Jean Charles, em 22 de julho de 2005, por policiais que o confundiram com um dos autores dos atentados fracassados da véspera.

Em seu depoimento, Dunwoodie ressaltou que para ela ficou "muito, muito claro" que os agentes, vestidos à paisana, não se identificaram como policiais antes de abrir fogo, pelo que, em princípio, ela pensou que se tratava de uma quadrilha.

"Eu não tinha nem idéia de quem eram, e se tivessem gritado algo, teria entendido", afirmou.

A testemunha afirmou ter percebido uma "sensação de pânico" dos agentes que acabaram disparando sete tiros na cabeça e um no ombro ao eletricista brasileiro na estação de Stockwell, no sul de Londres.

Jean Charles, então com 27 anos, manteve a calma enquanto os agentes apontavam as armas contra sua cabeça, disse a testemunha, que confessou ter se sentido pressionada durante os primeiros depoimentos à Polícia.

Dunwoodie descreveu os policiais que mataram o eletricista como "nervosos, cheios de adrenalina, com movimentos rápidos e repentinos".

"Senti que estavam um pouco fora de controle", declarou.

Na sexta-feira passada, um policial que seguiu Jean Charles de Menezes no dia de sua morte ratificou que não houve uma identificação exata da vítima antes do tiroteio, mas afirmou que os agentes haviam se identificado como "policiais armados".

Na semana passada, essa versão já havia sido negada por outra testemunha, Rachel Wilson, que estava sentada frente ao brasileiro no momento do fatídico erro policial e que, em princípio, pensou que os agentes é que eram "terroristas". EFE jm/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG