Teste nuclear norte-coreano foi de algumas quilotoneladas, dizem EUA

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos concluíram que o teste nuclear conduzido pela Coreia do Norte no mês passado resultou em uma explosão de algumas quilotoneladas, disse o Escritório do Diretor de Inteligência Nacional dos EUA nesta segunda-feira. A comunidade de inteligência dos EUA estima que a Coreia do Norte provavelmente conduziu uma explosão nuclear subterrânea na localidade de Punggye em 25 de maio de 2009, disse o escritório em comunicado. O resultado da explosão foi de aproximadamente algumas quilotoneladas.

Reuters |

O primeiro teste nuclear da Coreia do Norte, em 2006, foi de cerca de uma quilotonelada.

Pouco depois do teste deste ano, a Rússia disse ter estimado a explosão em cerca de 20 quilotoneladas, ou quase o equivalente à bomba atômica norte-americana lançada na cidade japonesa de Nagasaki na Segunda Guerra Mundial.

A Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes, baseada em Viena, concluiu que a força do teste foi bem menor, dizendo que foi pouco maior que o teste de 2006.

Autoridades de inteligência dos EUA seguem analisando a explosão nuclear, disse o comunicado.

A Coreia do Norte aumentou as tensões no mês passado ao lançar mísseis de teste, reativar uma usina para produzir plutônio para armas e realizar o teste nuclear de maio, o que colocou o país mais perto de uma bomba nuclear.

O anúncio norte-coreano de reiniciar seu programa de enriquecimento de urânio e processar em armas seu plutônio foi uma resposta às novas sanções da ONU aprovadas na sexta-feira.

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, disse que "as ações provocativas (da Coreia do Norte) são lastimáveis".

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ian Kelly, disse nesta segunda-feira que a Coreia do Norte deveria abandonar seus programas nucleares de "maneira completa, verificável e irreversível".

(Reportagem de Deborah Charles e Tabassum Zakaria)

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG