Teste de míssil norte-coreano não é iminente, diz Seul

SEUL - O lançamento de um míssil norte-coreano ainda pode demorar, embora o regime comunista esteja preparando seu foguete de mais longo alcance para um voo teste, disse na quarta-feira o ministro sul-coreano da Unificação.

Reuters |


A Coreia do Norte provocou tensões regionais nas últimas semanas ao ameaçar atacar o Sul e ao preparar seu míssil de longo alcance Taepodong-2 para um teste. O míssil supostamente poderia alcançar o Alasca, mas nunca foi testado com sucesso.

"Não acredito que um lançamento de míssil seja bastante iminente, mas há preparativos em curso", disse o ministro Hyun In-taek a jornalistas.

O Norte diz estar preparando o lançamento de um satélite e afirma ter o direito de fazê-lo, como parte de um programa espacial pacífico. Por causa de sanções da ONU, a Coreia do Norte está proibida de testar mísseis balísticos.

Stephen Bosworth, novo enviado especial dos EUA para a Coreia do Norte, se reuniu na quarta-feira com diplomatas chineses em Pequim e disse que suas discussões salientaram um senso compartilhado de que é importante promover as negociações pluripartites para o fim das ambições nucleares norte-coreanas. Esse processo reúne EUA, China, Rússia, Japão e as duas Coreias.

Leia mais sobre  Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coreia do nortecoréia do norte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG