Tesouro submarino: destroços do HMS Victory descobertos no canal da Mancha

A sociedade americana Odyssey descobriu o que seriam destroços do HMS Victory, a nau capitânia britânica que afundou em 1744 e que deu nome ao navio sucessor que levou o almirante Nelson à vitória ante a armada franco-espanhola na batalha de Trafalgar, em 1805, segundo a imprensa britânica.

AFP |

"Os mergulhadores acham que encontraram os restos de um dos mais célebres navios britânicos", escreveu o Sunday Times.

O HMS Victory naufragou perto dos Casquets, rochedos ao longo das ilhas anglo-normandas do canal da Mancha, durante uma tempestade quando retornava da Espanha. As 1.150 pessoas a bordo morreram.

No navio também estariam 100 canhões de bronze com valor estimado entre 10.000 e 20.000 libras (entre 11.354 e 22.709 euros), segundo The Observer.

O HMS Victory foi lançado ao mar em 1737. De acordo com a tradição da marinha britânica, a nau capitânia que o sucedeu, em 1765, retomou o mesmo nome.

Segundo um porta-voz do ministério da defesa, "o navio localizado pode ser o HMS Victory".

"Supondo-se que os destroços sejam de um navio de guerra britânico, seus restos estão protegidos pela cláusula de imunidade soberana. Isso significa que nenhuma ação intrusiva possa ser realizada sem o consentimento explícito do Reino Unido", acrescentou.

De acordo com as informações, a sociedade Odyssey assinou um acordo com o Ministério britânico.

A Odyssey, baseada na Flórida, está em litígio com a Espanha após a descoberta, em 2007, do maior tesouro submarino jamais encontrado - 500.000 peças de prata e centenas de objetos de ouro.

elm/cac/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG