Tesouro dos EUA congela ativos de líderes de organização terrorista AQIM

Washington, 17 jul (EFE).- O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos ordenou hoje o congelamento dos ativos de quatro líderes da organização Al Qaeda nas Terras do Magreb Islâmico (AQIM), anteriormente conhecida como o Grupo Salafista para a Pregação e Combate (GSPC).

EFE |

Os quatro indivíduos nomeados pelo Tesouro americano são Salah Gasmi, chefe do comitê de informação; Yahia Djouadi, líder do grupo na região Saara-Sahel; Ahmed Deghdegh, responsável pelas finanças; e Abid Hammadou, segundo no comando do batalhão com base no norte do Mali.

Além disso, os quatro foram incluídos no início do mês na lista da ONU de pessoas e entidades associadas a Osama Bin Laden, à Al Qaeda e aos talibãs.

O diretor do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Departamento do Tesouro dos EUA, Adam J. Szubin, afirmou através de um comunicado que "os quatro terroristas estão entre os principais culpados" pela violência que atingiu a Argélia nos últimos anos.

O Departamento de Estado americano lembrou que AQIM efetuou três ataques nas cercanias da capital argelina no início de junho que, entre outras vítimas, causaram a morte de um turista francês.

A organização também mantém seqüestrados dois turistas austríacos em Túnis. EFE crd/bm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG