Tesouro americano congela bens de grupo curdo considerado terrorista

O departamento do Tesouro dos Estados Unidos classificou o Partido por uma Vida Livre do Curdistão (PJAK) como grupo terrorista, anunciando em seguida o congelamento dos bens da organização separatista, que opera no Irã e no Iraque.

AFP |

A medida "joga luz sobre os laços entre os terroristas do PJAK e o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), e apóia o esforço da Turquia para proteger seus cidadãos de atentados", escreveu Stuart Levey, secretário adjunto do Tesouro americano encarregado do combate ao terrorismo.

Ao contrário do PJAK, que só foi incluído agora, o PKK já constava da lista de organizações terroristas estrangeiras, atualizada regularmente pelo departamento de Estado americano.

O Irã responsabiliza o PJAK por vários atentados em seu território, e há até pouco tempo atrás acusava Washington de apoiá-lo, assim como outros grupos de etnias não persas presentes em seu território, principalmente no Cuzistão, província ocidental do país de maioria árabe.

mj/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG