Terrorista sobrevivente de Mumbai permanecerá preso até o Natal

O único sobrevivente dos 10 terroristas responsáveis pelos atentados em Mumbai no fim de novembro permenecerá em prisão preventiva até pelo menos 24 de dezembro.

AFP |

"Está em prisão preventiva até o dia 24 de dezembro", anunciou o policial responsável pela investigação, o chefe da brigada criminal de Mumbai, Rakesh Maria.

Os magistrados visitaram o criminoso, Mohammed Ajmal Amir Iman, na prisão do quartel-general da polícia de Mumbai. Eles permaneceram 15 minutos no local e saíram sem fazer declarações à imprensa.

A polícia de Mumbai informou que os investigadores estão decidindo as acusações contra Iman, que provavelmente incluirão atos de guerra contra o país, assassinatos, tentativas de assassinato e outras infrações da legislação sobre armas e explosivos.

Iman, identificado pelas autoridades indianas como um cidadão paquistanês, era um dos integrantes do comando islamita que matou mais de 170 pessoas em vários pontos de Mumbai, incluindo dois hotéis de luxo, uma estação de trem e um centro judaico, entre 26 e 29 de novembro.

Leia mais sobre atentado em Mumbai

    Leia tudo sobre: atentadoíndia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG