Terrorista é morto por forças de segurança da Argélia

Argel, 18 jun (EFE).- As forças de segurança argelinas anunciaram hoje que tentaram matar um terrorista islâmico na província de Boumerdes, na região da Cabília, assim como a desarticulação de uma rede de apoio aos grupos armados na província de Oued, no sudeste do país.

EFE |

Em um primeiro comunicado os serviços de segurança afirmaram que o terrorista morreu na última terça perto da localidade de Sidi Yahia e que foi identificado como Mohammed Tadjer, de 40 anos e originário de Ouled Ziane, em Boumerdes.

Segundo o comunicado, Tadjer estava por trás de muitas ações terroristas realizadas nesta parte do país e também era o responsável pela preparação do seqüestro de um proprietário de um complexo turístico de Ben Younes no dia 14 de junho.

O tribunal de Boumerdes tinha condenado o terrorista à pena de morte à revelia, sentença que tinha se juntado a várias outras.

Em um segundo comunicado, as forças de segurança afirmam que desarticularam na última terça uma célula de apoio e abastecimento dos grupos islâmicos armados formada por cinco pessoas, de 27 a 40 anos, na província do Oued, no sudeste da Argélia.

Este grupo era responsável pelo apoio logístico, pela camuflagem e pelo transporte dos terroristas, diz o comunicado. EFE sk/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG