Terremotos na Indonésia matam pelo menos duas pessoas

Dois fortes terremotos de magnitudes 6,4 e 7,0 na escala Richter, causaram ainda diversos danos materiais

EFE |

Pelo menos duas pessoas morreram nesta quarta-feira, em Papua, no extremo oriental da Indonésia, em dois fortes terremotos de magnitudes 6,4 e 7,0 na escala Richter, que causaram ainda diversos danos materiais.

As vítimas, que residiam em ilhas no litoral de Papua muito próximas ao epicentro, morreram depois que ficaram soterradas quando suas casas caíram, informou a Polícia.

A Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB) do país confirmou a queda de pelo menos outras quatro casas e um edifício público na localidade de Serui, assim como a queda de vários postes elétricos, o que provocou cortes no fornecimento de energia elétrica.

Na ilha de Biak, a mais povoada da zona afetada, houve cenas de pânico e as atividades de trabalho foram interrompidas temporariamente, assim como o funcionamento do aeroporto, segundo a imprensa local.

O primeiro grande terremoto aconteceu às 12h06 locais (0h06 em Brasília), a 151 quilômetros a norte da localidade de Enarotali, na ilha de Biak, e a 467 quilômetros ao oeste de Jayapura, capital papuana, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Outro terremoto, de magnitude 7,0, aconteceu 13 minutos depois, cerca de 30 quilômetros a norte do primeiro.

Na sequência aconteceram vários abalos secundários, um deles de magnitude 6,2 na escala Richter. A Agência de Meteorologia, Clima e Geofísica (BMKG) declarou um alerta de tsunami após o segundo terremoto, mas a possibilidade de onda gigante foi cancelada cerca de duas horas mais tarde.

A Indonésia está sobre o chamado "Anel de Fogo do Pacífico", uma região de grande atividade sísmica e vulcânica que é atingida por cerca de 7 mil tremores por ano, a maioria de baixa magnitude.

Em 26 de dezembro de 2004, um terremoto de magnitude 9,1 atingiu a ilha de Sumatra, provocando o tsunami que afetou mais de 10 países banhados pelo Oceano Índico, causando cerca de 226 mil mortes.

    Leia tudo sobre: terremotoindonésiatsunami

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG